Premiações podem melhorar a performance do seu time

premios-time

O mercado de trabalho está sempre em evolução, e especialmente na era da tecnologia digital, essa evolução ocorre em um ritmo cada vez mais acelerado.

Há vinte anos atrás, era comum o pensamento de que bastava pagar o salário e os benefícios obrigatórios ao colaborador. Como se em um passe de mágica ele estaria plenamente engajado em sua função.

Contudo, o mercado de hoje é muito mais complexo do que isso. Os melhores talentos estão procurando mais do que “apenas” um salário para se filiar a uma empresa.

Quando falamos de ativos humanos, não estamos falando de apenas números e estatísticas. Estamos falando da vida de pessoas reais, seus sonhos, medos, desejos e também de seus familiares.

No final das contas, quando o melhor profissional de sua equipe estiver pensando se ele vai continuar na sua empresa, ou se vai vestir a camisa do seu concorrente, ele estará considerando o que será melhor para a vida dele e das pessoas que dependem dele.

É por isso que as empresas que mais crescem e lucram na atualidade, olham cada vez mais para estratégias que engajam os seus times. Estimulando seus colaboradores a entregarem o seu melhor, por mais tempo.

Prioridades na visão dos colaboradores

Engajar e incentivar uma equipe é uma via de mão dupla. Se por um lado os gestores entregam benefícios para a sua equipe, por outro lado os colaboradores se sentem motivados a dar o seu melhor para a corporação.

A consultoria global Great Place to Work (GPTW), publicou uma pesquisa em que lista os principais fatores que levam um colaborador, ou candidato a uma vaga, a optar por uma empresa. São eles:

  • 46% Oportunidades de crescimento
  • 22% Qualidade de vida
  • 14% Alinhamento de valores
  • 14% Remuneração e benefícios
  • 2% Estabilidade
  • 2% Não responderam

Como podemos ver, a remuneração só aparece na quarta posição, empatada com alinhamento de valores. A qualidade de vida e as oportunidades de crescimento lideram a lista de prioridades para os trabalhadores. Ignorar essas informações é algo que pode custar caro para sua empresa.

Problemas como alta rotatividade de funcionários, custos relacionados a prospecção e treinamento de novos funcionários, dificuldades em preencher vagas, alta taxa de absenteísmo, times desmotivados e baixa produtividade podem levar a sua empresa a perder a vantagem competitiva no mercado. E a única forma de evitar essas situações é criando um ambiente de trabalho que corresponda às expectativas dos trabalhadores.

Gamificação como estratégia de engajamento

É nesse cenário que a gamificação entra em cena. Ela é a aplicação de conceitos e recursos do universo dos jogos em situações da vida real, com o intuito de gerar engajamento e motivação dentro de processos como treinamentos, atividades educacionais ou gestão de pessoas.

Um dos grandes fatores que torna esse método tão eficaz é a mecânica de desafios e recompensas, no qual o usuário, ou no nosso caso, o colaborador da empresa, tem que realizar determinados objetivos para conquistar uma recompensa.

Premiações como incentivos extra

Como vimos no início do texto, existem diversos fatores que pesam na hora que um colaborador está decidindo se vai ou não vestir a camisa de uma empresa.

Para além da questão do crescimento profissional (que também são grandes objetivos para as empresas e seus gestores), o trabalhador está olhando principalmente para a qualidade de vida, para o alinhamento de valores com a empresa e para os benefícios oferecidos.

É por isso que soluções como programas de saúde e bem-estar e programas de premiações funcionam tão bem como estratégia de engajamento e motivação.

Eles entregam aquilo que de fato faz diferença na vida dos colaboradores e as empresas mais lucrativas e eficientes da atualidade já entenderam isso.

Só para se ter uma idéia, de acordo com dados da Associação de Marketing Promocional (Ampro) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), 56% das empresas já utilizam algum programa de incentivo e recompensa para seus colaboradores. Além disso, esse mercado movimenta R$ 8 bilhões por ano, podendo chegar a R$ 19 bilhões em 2025. 

Negligenciar essas informações pode custar a vantagem competitiva da sua corporação. Portanto, se você deseja permanecer à frente da concorrência e criar as condições para que seu time consiga recrutar e engajar os melhores talentos do mercado invista no que a sua empresa tem de mais valioso: o patrimônio humano dela.

Calculadora

Calcule o retorno do investimento no bem- estar na sua empresa.

Faça o cálculo agora mesmo!
Como aumentar o bem-estar entre os colaboradores da sua empresa?

Se você quiser saber mais sobre esse assunto, você pode contar com a RadarFit, solicite uma demonstração com um de nossos especialistas e descubra como podemos ajudar a sua empresa!

Veja também

No cenário empresarial contemporâneo, a busca por sustentabilidade deixou de...

Solicitar uma demonstração